domingo, 25 de outubro de 2015

Os Teclados mais caros e bizarros do mundo

O Happy Hacking Keyboard é um teclado compacto de até 65 teclas e 30 cm de largura, mas mantém as mesmas funcionalidades de um dispositivo padrão de 104 teclas. A ideia é que, por ser menor, os usuários consigam mais agilidade na hora de utiliza-lo e digitar.
O produto, projetado pela Fujitsu, está disponível em diferentes modelos e o preço pode chegar a US$ 4.400 (o que em conversão direta pode passar de R$ 10 mil.

Pode parecer estranho, mas os teclados também podem ser símbolo de status, e o Optimus Popularis Keyboard é um bom exemplo disso. Apelidado como “o paraíso dos geeks”, o teclado conta com 113 teclas, sendo que cada uma delas contêm um pequeno monitor colorido de OLED de 48×48 pixels. Além das letras e números, o aparelho pode representar ícones, animações GIF, desenhos, entre outras opções. Além disso, também é possível colocar um mostrador de carga de CPU ou um relógio analógico em uma das teclas do dispositivo, por exemplo. O acessório pode chegar a custar em torno de R$ 4 mil.





Criado pela empresa russa Art Lebedev Studio, este dispositivo é totalmente customizado de acordo com o que as preferências do usuário. O Optimus permite maior interação por exibir dinamicamente a função atual de teclas. Quando o usuário pressiona a tecla shift, as imagens mudariam para versões de maiúscula. O preço é de R$ 2.400.




Criado pelo Stealth Computer, o 2000-IS-DT Keyboard é um teclado de aço inoxidável, com uma barreira óptica isolada que garante proteção 4X de NEMA (National Electrical Manufacturers Association). O teclado é um dos mais caros do mundo e pode custar até R$ 2.200.






O Fingerworks é um teclado com uma proposta bem diferente. O aparelho funciona apenas com TouchStream. O aparelho é ideal para pessoas com dificuldades ou problemas de saúde, pois não exige força nem esforço dos pulsos para digitar. Isso devido a forma e a posição das teclas, que permitem uma redução na pressão dos tendões. O aparelho pode custar até US$1500, o que pode significar até R$ 5 mil.


Apesar de ter um design antigo, ele não tem nada de antiquado. O teclado tem luzes LED com jóias, molduras de bronze e teclas de cromo. Disponível em preto e branco, o aparelho pode ser usado via USB, e é aceito pelos sistemas Mac e PC. Tem um custo de US$1500 (o que dá aproximadamente R$ 5 mil).




Fundado pelo sulafricano, Lillian Malt e a fabricante Stephen Hobday, o teclado também tem como proposta reduzir as tensões nos dedos, pulsos e braços enquanto o usuário digita. O aparelho é todo feito em acrílico e aço inoxidável, sem contar que as teclas são de policarbonato e pode ser uma ótima solução para os que digitam por longos períodos. O preço de um teclado assim é US$920 (o que dá em conversão direta aproximadamente R$ 3 mil).


Criado em 1992, pela empresa Industrial Innovations, o aparelho tem uma proposta bem diferente dos demais: são 2 teclados completamente separados. Isso porque um deles é para a mão esquerda e outro para a mão direita, o que permite ao usuário colocar cada mão onde quer que seja mais confortável no momento da digitação. Para comprar um desses, você pagará nada menos que US$ 675, o que daria aproximadamente R$ 2.500


Produzido no Japão pela empresa Wazakura Studios, este teclado tem um brilho revestido com 100% de ouro puro. Porém, o modelo está disponível apenas em japonês, com  86 teclas, 2 portas USB, opções de esquerda, direita e centro para o cabo conector e uma base ajustável. O preço para ostentar um desses é de US$360, aproximadamente R$ 1.300


Fonte: http://www.techtudo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário