quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Inovação & Segurança são pontos cruciais dos governos sul-americanos

Governos de países sul-americanos têm como foco, em planejamento de Tecnologia da Informação, dois pontos em comum: inovação e segurança. A conclusão foi do coordenador de tecnologia do Serpro, José Maria Leocádio (foto), que participou hoje de painel reunindo representantes de áreas TI de governos da Argentina, Brasil e Uruguai.
Participaram do painel, além de José Maria Leocádio, Mariano Greco, subsecretário de tecnologia da secretaria do gabinete de ministros da Argentina e Diego Pastorín, diretor-geral de TI da presidência/governo do Uruguai.
O representante do Serpro – que hospeda em seus centros de dados grandes sistemas estruturantes da administração brasileira e parte dos sites do governo federal – comenta que no Brasil sites governamentais são alvos frequentes de ataques, a maioria deles objetivando pichações de protestos. “Quando não conseguem isso, os hackers partem então para derrubar o site, deixando-o temporariamente fora de serviço”, diz Leocádio.
Com longa tradição no desenvolvimento tecnológico, o Serpro vem realizando esforços no que diz respeito ao aprimoramento da segurança digital. De acordo com o presidente do Serpro, Marcos Mazoni, é preciso ter infraestruturas próprias. E também usar softwares auditáveis, próprios e livres, sem “backdoors” que possam ser usados para acesso às informações que trafegam nas redes. Isso inclui o desenvolvimento de sistemas de criptografia e hardware próprios, por exemplo.


Do ponto de vista do público, a discussão de privacidade e inviolabilidade de dados pode começar com a questão do e-mail, um instrumento de comunicação de uso de todos. O desenvolvimento de uma solução própria – oferecendo segurança, por exemplo, para transferência de documentos de sigilo fiscal e bancário – será importante também como o passo inicial para futuras soluções que envolvam o sigilo de informações importantes para indivíduos, empresas e organismos governamentais.
Poderá ser usado em serviços de transferência de documentos, de sigilo fiscal e bancário, de notas fiscais, que vão se beneficiar deste investimento em criptografia. Essa discussão começa com o e-mail, mas será mais importante nestas outras soluções que guardam informações muito mais importantes para indivíduos e empresas.

Fonte de Pesquisa : http://www.tibahia.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário