quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Ransomware, os Ataques estão mais destrutivos


Ataques estão mais destrutivos

O US-CERT estima que ocorram mais de 4.000 ataques de ransomware por dia desde o início deste ano só nos Estados Unidos, um aumento de 300% em relação ao ano de 2015. No Brasil, os números do ransomware também evoluem e o país ocupa o primeiro lugar dentre os países latino-americanos mais atacados por ransomware, segundo a Kaspersky.
Os ataques também estão ficando cada vez mais destrutivos. Além das variantes de ransomware que destroem dados para pressionar as vítimas a pagar o resgate mais rapidamente, como o Jigsaw, agora existem também malwares que não apenas sequestram dados, mas também tomam o controle da máquina e a usam para espalhar ataques DDoS.
Para Marques, a preparação é essencial para evitar perdas relativas a esse tipo de ameaça. “O backup sempre fez parte das recomendações dos profissionais de TI para qualquer empresa. Agora essa ferramenta é a chave para determinar quem vai sobreviver a esse tipo de ataque e seus prejuízos”, finaliza.

Ransomware é um tipo de Malware que restringe o acesso ao sistema infectado e cobra um valor de "resgate" para que o acesso possa ser reestabelecido. 

Um exemplo deste tipo de malware é o Arhiveus-A, que compacta arquivos no computador da vítima em um pacote criptografado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário